top of page

Fica esperto!

Começa com uma cervejinha inocente e você pega gosto pelo estado alterado da mente

Na seqüência aperta um baseado logo não faz mais efeito então parte pro mais pesado

Pode crê, loco! Cocaína, crack. Não tem cabeça, não agüenta o báck!

Se você não sabe, o vício é uma roleta russa... experimentou pode crê, agora a bala tá na agulha

E se a bala dispara... KABUM! Mergulhou de cabeça...TCHIBUM no fundo do poço

Sua vida é só desgosto, perdeu a liberdade, só falta dá o... pra manter sua maldade

Escravo do próprio prazer, escuta o que eu vou dizer!

“Cê” acha que pode fazer e acontecer mas não! Na verdade “cê” tá assinando sua sentença. 

Condenado à morte ou inferno da dependência

Fica esperto, mano! O esquema é traiçoeiro

Se deixar levar, cai no pesadelo

Se deixou levar e agora tá fudido! Experimentou o falso charme e a verdadeira liberdade já era!

Agora você dá mó guela! Desandado, lesado, faz de tudo por ela

Mergulhando no abismo e sem se tocar,  andando com falsos amigos muito louco, que perigo, véio!

A treta não é escolher ou selecionar, amizade!

É só saber o que você quer de verdade pra sua vida, então se liga, fica esperto!

Se cair nessa vida, otário, a morte anda por perto.

Então vai que vai! Vai que vai sem medo.

Não à nóia! Não ao pesadelo!

Fica esperto, mano! O esquema é traiçoeiro

Se deixar levar, cai no pesadelo

Chegou no fundo do poço, na triste dependência pode crê! Síndrome de abstinência

Onde a porra do vício mostra a face mais cruel, mas muitos não tão nem aí e correm pra pegar mais um papel

Pedindo socorro! E a consciência do mal que está causando pra você, pra sua vida, tem que se afirmar!

Caso contrário o falso charme e o falso prazer. Pode crê, pro buraco vai te levar

Tem muitos por aí que se identificam com as drogas. 

Fugindo da realidade, não sei o que róla com esses manos passados, estão se fudendo!

Mina, carro, dinheiro, família, tudo se perdendo, indo pra vala

E junto a sua própria vida, trocada em notas de dez, cinco reais em cada esquina

Em cada papel de farinha, pedra, um troco é pro goró, pra tirar nóia, não tem coisa pior

Se liga, se liga malandro no que eu vou dizer. Se você acha que essa porra de vida é pra você, então já era, meu irmão! Fudeu!

Se não quer se ajudar, você só é mais um que já morreu!

Fica esperto, mano! O esquema é traiçoeiro

Se deixar levar, cai no pesadelo

bottom of page